Luiza Possi    

Queixo Caído

Letras Luiza Possi / Queixo Caído

Queixo Caído

Luiza Possi

Te vejo, te esqueço
te viro do avesso,
me engano, invento outro plano

Te perco de vista
não me tenta, não duvida
acena uma nova saída
tão cedo me levo

O vento muda a sorte de lugar
o tempo escorre, a sorte vem me buscar
bons ventos sempre chegam longe,
bons ventos sempre chegam longe

Te perco, não duvido
confesso que arrisco
te deixo de queixo caido,
me entendo com seus erros
outra forma de acerto,
te cego, não me nego
te espanto, não muda de assunto
um atalho pro seu mundo

O vento muda a sorte de lugar
o tempo escorre, a sorte vem me buscar
bons ventos sempre chegam longe,
bons ventos sempre chegam longe
tão longe...


Luiza Possi

Queixo Caído

Luiza Possi

Queixo Caído

Te vejo, te esqueço
te viro do avesso,
me engano, invento outro plano

Te perco de vista
não me tenta, não duvida
acena uma nova saída
tão cedo me levo

O vento muda a sorte de lugar
o tempo escorre, a sorte vem me buscar
bons ventos sempre chegam longe,
bons ventos sempre chegam longe

Te perco, não duvido
confesso que arrisco
te deixo de queixo caido,
me entendo com seus erros
outra forma de acerto,
te cego, não me nego
te espanto, não muda de assunto
um atalho pro seu mundo

O vento muda a sorte de lugar
o tempo escorre, a sorte vem me buscar
bons ventos sempre chegam longe,
bons ventos sempre chegam longe
tão longe...