Luiza Possi    

Balancê

Letras Luiza Possi / Balancê

Balancê

Luiza Possi

Como vir dançar no Zimbábue
Quero também contigo gingar
Uma dança nova
Mistura de semba com samba de mambo com humba
Tua mão na minha e a minha na tua

Balancê, balança suinga para lá, suinga para cá
Balancê, balança Maria, José suinga no pé e não chega pra lá

Somos livres para celebrar
Somos livres para nos libertar
Como crianças brincando, crianças sorrindo
Crianças sendo crianças,ah
Como crianças brincando, crianças sorrindo
Crianças

(Refrão)

Adoro quando te deixas levar assim
Fecha os olhos e dança só para mim
Uma dança tua
Mistura de não vem que não tem
Com um sorriso , porém que me diz
Que teu desdém é só a manha de alguém que diz que vai mais que vai
Me engana que eu gosto

(Refrão)


Luiza Possi

Balancê

Luiza Possi

Balancê

Como vir dançar no Zimbábue
Quero também contigo gingar
Uma dança nova
Mistura de semba com samba de mambo com humba
Tua mão na minha e a minha na tua

Balancê, balança suinga para lá, suinga para cá
Balancê, balança Maria, José suinga no pé e não chega pra lá

Somos livres para celebrar
Somos livres para nos libertar
Como crianças brincando, crianças sorrindo
Crianças sendo crianças,ah
Como crianças brincando, crianças sorrindo
Crianças

(Refrão)

Adoro quando te deixas levar assim
Fecha os olhos e dança só para mim
Uma dança tua
Mistura de não vem que não tem
Com um sorriso , porém que me diz
Que teu desdém é só a manha de alguém que diz que vai mais que vai
Me engana que eu gosto

(Refrão)