Luis Miguel    

Sempre Estou, Sempre Vou

Letras Luis Miguel / Sempre Estou, Sempre Vou

Sempre Estou, Sempre Vou

Luis Miguel

Siempre Me Quedo Siempre Me Voy

Cada suelo que piso es un poco mio
pertenece el mar, montes y rios.
No soy dueño de nada ni quiero ser
no se cuando me marcho o he de volver.
Si es que acaso me quieres me esperaras
pero si no me amas me olvidaras.
Como los colibries van de flor en flor
yo voy de pueblo en pueblo con mi canción.

Siempre me quedo, Siempre me voy
donde hay amor yo estoy.
Siempre me quedo, Siempre me voy,
donde hay amor yo estoy.

No esperes de mi parte la frialdad,
el calor es mi signo de identidad.
Solo mis alegrias te contare
en cambio mis tristezas las guardare.
No tengo tiempo exacto para el amor
por que rompi hace tiempo con el reloj.
Si es que alguien pregunta por mi verdad
dile que soy un ave que viene y va.

Siempre me quedo, Siempre me voy
donde hay amor yo estoy.
Siempre me quedo, Siempre me voy,
donde hay amor yo estoy.

Ya ves que yo no soy el chico ideal
mas si vienes conmigo te alegraras.
No trates de cambiarme de como soy
no se bien el camino por donde voy.
Si estoy un poco loco dejame asi
de que vale estar cuerdo y no ser feliz.
No soy pobre ni rico y que mas me da
si riqueza la tengo en nuestra amistad.

Siempre me quedo, Siempre me voy
donde hay amor yo estoy.
Siempre me quedo, Siempre me voy,
donde hay amor yo estoy.

Sempre Estou, Sempre Vou

Cada chão que eu piso é um pouco meu
Pertence ao mar, montes e rios.
Não sou dono de nada e nem quero ser
Não sei quando vou sair nem quando vou voltar.
Se por acaso me quer, me espera
Mas se não me ama, me esquecerá.
Como os beija-flores vão de flor em flor
Eu vou de povo em povo com a minha canção.

Sempre estou, sempre vou
Onde há amor eu estou.
Sempre estou, sempre vou
Onde há amor eu estou.

Não espere frieza de mim
O calor é minha identidade.
Só contarei minhas alegrias
Em troca guardarei minhas tristezas.
Não tenho tempo exato para o amor
Pois rompi há tempos com meu relógio.
Se alguém perguntar pela verdade
Diga que sou uma ave que vem e vai.

Sempre estou, sempre vou
Onde há amor eu estou.
Sempre estou, sempre vou
Onde há amor eu estou.

Já vê que eu não sou o rapaz ideal.
Mas se vier comigo vai se alegrar.
Não tente me mudar
Não sei bem o caminho por onde vou.
Se estou um pouco louco, me deixe assim
De que vale estar coerente e não ser feliz?
Não sou pobre nem rico e que mais me dá
Se riqueza tenho em nossa amizade.

Sempre estou, sempre vou
Onde há amor eu estou.
Sempre estou, sempre vou
Onde há amor eu estou.


Luis Miguel

Sempre Estou, Sempre Vou

Luis Miguel

Sempre Estou, Sempre Vou

Siempre Me Quedo Siempre Me Voy

Cada suelo que piso es un poco mio
pertenece el mar, montes y rios.
No soy dueño de nada ni quiero ser
no se cuando me marcho o he de volver.
Si es que acaso me quieres me esperaras
pero si no me amas me olvidaras.
Como los colibries van de flor en flor
yo voy de pueblo en pueblo con mi canción.

Siempre me quedo, Siempre me voy
donde hay amor yo estoy.
Siempre me quedo, Siempre me voy,
donde hay amor yo estoy.

No esperes de mi parte la frialdad,
el calor es mi signo de identidad.
Solo mis alegrias te contare
en cambio mis tristezas las guardare.
No tengo tiempo exacto para el amor
por que rompi hace tiempo con el reloj.
Si es que alguien pregunta por mi verdad
dile que soy un ave que viene y va.

Siempre me quedo, Siempre me voy
donde hay amor yo estoy.
Siempre me quedo, Siempre me voy,
donde hay amor yo estoy.

Ya ves que yo no soy el chico ideal
mas si vienes conmigo te alegraras.
No trates de cambiarme de como soy
no se bien el camino por donde voy.
Si estoy un poco loco dejame asi
de que vale estar cuerdo y no ser feliz.
No soy pobre ni rico y que mas me da
si riqueza la tengo en nuestra amistad.

Siempre me quedo, Siempre me voy
donde hay amor yo estoy.
Siempre me quedo, Siempre me voy,
donde hay amor yo estoy.

Sempre Estou, Sempre Vou

Cada chão que eu piso é um pouco meu
Pertence ao mar, montes e rios.
Não sou dono de nada e nem quero ser
Não sei quando vou sair nem quando vou voltar.
Se por acaso me quer, me espera
Mas se não me ama, me esquecerá.
Como os beija-flores vão de flor em flor
Eu vou de povo em povo com a minha canção.

Sempre estou, sempre vou
Onde há amor eu estou.
Sempre estou, sempre vou
Onde há amor eu estou.

Não espere frieza de mim
O calor é minha identidade.
Só contarei minhas alegrias
Em troca guardarei minhas tristezas.
Não tenho tempo exato para o amor
Pois rompi há tempos com meu relógio.
Se alguém perguntar pela verdade
Diga que sou uma ave que vem e vai.

Sempre estou, sempre vou
Onde há amor eu estou.
Sempre estou, sempre vou
Onde há amor eu estou.

Já vê que eu não sou o rapaz ideal.
Mas se vier comigo vai se alegrar.
Não tente me mudar
Não sei bem o caminho por onde vou.
Se estou um pouco louco, me deixe assim
De que vale estar coerente e não ser feliz?
Não sou pobre nem rico e que mais me dá
Se riqueza tenho em nossa amizade.

Sempre estou, sempre vou
Onde há amor eu estou.
Sempre estou, sempre vou
Onde há amor eu estou.