Lobão    

Vida Louca

Letras Lobão / Vida Louca

Vida Louca

Lobão

A cidade enlouquece sonhos tortos
Na verdade nada é o que parece ser
As pessoa enlouquecem calmamente
Viciosamente sem prazer

A maior expressão da angústia
Pode ser a depressão, algo que você pressente
Indefinivel, mas não tente se matar
Pelo menos essa noite não

As cortinas transparentes não revelam
O que é solitude o que é solidão
Um desejo violento bate sem querer
Pãnico, vertigem, obsessão


A maior expressão da angústia
Pode ser a depressão, algo que você pressente
Indefinivel, mas não tente se matar
Pelo menos essa noite não

Tá sozinha, tá sem onda, tá com medo
Seus fantasmas, seu enredo, seu destinos
Toda noite uma imagem diferentes
Consciente, incosciente, desatino

A maior expressão da angústia
Pode ser a depressão, algo que você pressente
Indefinivel, mas não tente se matar
Pelo menos essa noite não


Lobão

Vida Louca

Lobão

Vida Louca

A cidade enlouquece sonhos tortos
Na verdade nada é o que parece ser
As pessoa enlouquecem calmamente
Viciosamente sem prazer

A maior expressão da angústia
Pode ser a depressão, algo que você pressente
Indefinivel, mas não tente se matar
Pelo menos essa noite não

As cortinas transparentes não revelam
O que é solitude o que é solidão
Um desejo violento bate sem querer
Pãnico, vertigem, obsessão


A maior expressão da angústia
Pode ser a depressão, algo que você pressente
Indefinivel, mas não tente se matar
Pelo menos essa noite não

Tá sozinha, tá sem onda, tá com medo
Seus fantasmas, seu enredo, seu destinos
Toda noite uma imagem diferentes
Consciente, incosciente, desatino

A maior expressão da angústia
Pode ser a depressão, algo que você pressente
Indefinivel, mas não tente se matar
Pelo menos essa noite não