Lobão    

Vamos Para o Espaço!

Letras Lobão / Vamos Para o Espaço!

Vamos Para o Espaço!

Lobão

Mais uma vez
Eu vi que ela queria
Ficar
Mas não sabia
Por onde começar
A dar sinais de uma desculpa convincente
Margaridas explodem no asfalto
O céu imóvel na tela da janela
E o meu coração
Abandonado
Procurando por alguma emoção
Pode ser que eu fique mais um dia
Mais uma noite sangra na cortina
E mais uma vez, quem sabe
Eu altere os meus planos
Baby
Vamos para o espaço!
Vamos para o espaço!
Eh bem verdade
Que todo esse mistério que ilumina esse rostinho lindo
É somente sexo, luxúria, metamorfose e carnaval
E pode ser
Que eu fique mais um dia
Mais uma noite de psicodelia
E mais uma vez, quem sabe,
Eu altere os meus planos
Baby
Vamos para o espaço
Vamos para o espaço
E você sabe
Agora é tarde
Chega de verdade
Pois a gente tem o mundo inteiro pela frente
Cheio de incertezas
E lá embaixo
A paisagem paralisada
Anuncia misérias embelezadas
A prazo
Enquanto a gente bebe as nossas lágrimas

Num disco voador
Ouvindo o som do céu
Banhados de luz
Sem tempo e sem lugar
A gente a se amar
No meio do fim
Flutua meu amor
Vou sempre te cuidar
Vou sempre te cuidar
Por todo esse céu
Que a gente se esqueceu
Que a gente se esqueceu


Lobão

Vamos Para o Espaço!

Lobão

Vamos Para o Espaço!

Mais uma vez
Eu vi que ela queria
Ficar
Mas não sabia
Por onde começar
A dar sinais de uma desculpa convincente
Margaridas explodem no asfalto
O céu imóvel na tela da janela
E o meu coração
Abandonado
Procurando por alguma emoção
Pode ser que eu fique mais um dia
Mais uma noite sangra na cortina
E mais uma vez, quem sabe
Eu altere os meus planos
Baby
Vamos para o espaço!
Vamos para o espaço!
Eh bem verdade
Que todo esse mistério que ilumina esse rostinho lindo
É somente sexo, luxúria, metamorfose e carnaval
E pode ser
Que eu fique mais um dia
Mais uma noite de psicodelia
E mais uma vez, quem sabe,
Eu altere os meus planos
Baby
Vamos para o espaço
Vamos para o espaço
E você sabe
Agora é tarde
Chega de verdade
Pois a gente tem o mundo inteiro pela frente
Cheio de incertezas
E lá embaixo
A paisagem paralisada
Anuncia misérias embelezadas
A prazo
Enquanto a gente bebe as nossas lágrimas

Num disco voador
Ouvindo o som do céu
Banhados de luz
Sem tempo e sem lugar
A gente a se amar
No meio do fim
Flutua meu amor
Vou sempre te cuidar
Vou sempre te cuidar
Por todo esse céu
Que a gente se esqueceu
Que a gente se esqueceu