Lobão    

Tranqüilo

Letras Lobão / Tranqüilo

Tranqüilo

Lobão

Para além de mim
Na beira da estrada
Uma lua absurda
Brilha só
No meio do dia
Com a incerteza e o abandono
De uma paisagem
Que o vento inventou
Para o meu caminho
E assim sonhos refrescam
E os pesadelos curam
E pela estrada afora
Pela estrada afora
Eu vou
Com a alegria de uma aventura
E é só
Tudo o que eu carrego é o meu destino
E é só
Por onde quer que eu vá
Eu vou tranqüilo
Por onde quer que eu vá

E isso é
Amor
E eu sou o meu lar
E a noite e a madrugada
São meu endereço e o meu país
E é só
Entre o céu e as sombras
Eu invento o mundo
Que os sonhos me deram e assim eu sou feliz
E o medo me ensinou
Como se ter coragem
Coragem
E pela estrada afora, pela estrada afora
Eu vou
Com a alegria de uma aventura
E é só


Lobão

Tranqüilo

Lobão

Tranqüilo

Para além de mim
Na beira da estrada
Uma lua absurda
Brilha só
No meio do dia
Com a incerteza e o abandono
De uma paisagem
Que o vento inventou
Para o meu caminho
E assim sonhos refrescam
E os pesadelos curam
E pela estrada afora
Pela estrada afora
Eu vou
Com a alegria de uma aventura
E é só
Tudo o que eu carrego é o meu destino
E é só
Por onde quer que eu vá
Eu vou tranqüilo
Por onde quer que eu vá

E isso é
Amor
E eu sou o meu lar
E a noite e a madrugada
São meu endereço e o meu país
E é só
Entre o céu e as sombras
Eu invento o mundo
Que os sonhos me deram e assim eu sou feliz
E o medo me ensinou
Como se ter coragem
Coragem
E pela estrada afora, pela estrada afora
Eu vou
Com a alegria de uma aventura
E é só