Lobão    

Mal De Amor

Letras Lobão / Mal De Amor

Mal De Amor

Lobão

Muitos pensam que o remédio é se iludir
Outros temem não poder suportar
Tantos dormem sem sonhar pra não pressentir
Que ninguém de mal de amor pode se livrar
Mal, mal, mal de amor... mal, mal, mal, mal
Mal, mal, mal de amor... mal, mal, mal, mal
Não adianta agora não querer rimar
Morar na filosofia é por demais sutil
Amor e dor na vida sempre andam em par
Até na mais inocente fantasia infanto-juvenil
Mal, mal, mal de amor... mal, mal, mal, mal
Mal, mal, mal de amor... mal, mal, mal, mal
Não me venha primando com seu bem-estar
Nem tampouco essa sua tola compaixão
Certas coisas na vida não dá pra simplificar
Mal de amor é mal de amor é mal de coração
Mal, mal, mal de amor... mal, mal, mal, mal
Mal, mal, mal de amor... mal, mal, mal, mal
Quantos não tentaram fugir da solidão
Procurando escapatória aonde não se tem
Implorando abrigo a qualquer proteção
No inútil disfarçar o mal em bem
Mal, mal, mal de amor... mal, mal, mal, mal
Mal, mal, mal de amor... mal, mal, mal, mal


Lobão

Mal De Amor

Lobão

Mal De Amor

Muitos pensam que o remédio é se iludir
Outros temem não poder suportar
Tantos dormem sem sonhar pra não pressentir
Que ninguém de mal de amor pode se livrar
Mal, mal, mal de amor... mal, mal, mal, mal
Mal, mal, mal de amor... mal, mal, mal, mal
Não adianta agora não querer rimar
Morar na filosofia é por demais sutil
Amor e dor na vida sempre andam em par
Até na mais inocente fantasia infanto-juvenil
Mal, mal, mal de amor... mal, mal, mal, mal
Mal, mal, mal de amor... mal, mal, mal, mal
Não me venha primando com seu bem-estar
Nem tampouco essa sua tola compaixão
Certas coisas na vida não dá pra simplificar
Mal de amor é mal de amor é mal de coração
Mal, mal, mal de amor... mal, mal, mal, mal
Mal, mal, mal de amor... mal, mal, mal, mal
Quantos não tentaram fugir da solidão
Procurando escapatória aonde não se tem
Implorando abrigo a qualquer proteção
No inútil disfarçar o mal em bem
Mal, mal, mal de amor... mal, mal, mal, mal
Mal, mal, mal de amor... mal, mal, mal, mal