Lobão    

Amor De Retrovisor

Letras Lobão / Amor De Retrovisor

Amor De Retrovisor

Lobão

Olhava de bobeira pro espelho, meu bem
E sorria
Jorrava tudo, tudo, tudo que eu não sei
Pela pia, pela pia
E logo, logo o ralo se entupiu de mistério
E um calafrio foi subindo pelo ar
E as luzes pulsam alegres pelo ar
E as luzes pulsam alegres a flutuar
E as luzes pulsam alegres pela noite
Li fora tudo calmo
Mas por dentro nem sei
Fiquei vidrado na frente do espelho
E as borboletas voam, voam, voam pela highway
Nem vem ficar me olhando pelo retrovisor
Que mania
É psicológico, mas vê
Vê se alivia
E logo, logo o amor dos dois não
passou de um reflexo
E as silhuetas se curtiam na
cortina do chuveiro
E os absurdos passam leves pelo ar
E os absurdos passam leves pela noite
Lá fora tudo calmo
Mas por dentro nem sei
Fiquei vidrado na frente do espelho
E as borboletas voam, voam, voam
pela highway


Lobão

Amor De Retrovisor

Lobão

Amor De Retrovisor

Olhava de bobeira pro espelho, meu bem
E sorria
Jorrava tudo, tudo, tudo que eu não sei
Pela pia, pela pia
E logo, logo o ralo se entupiu de mistério
E um calafrio foi subindo pelo ar
E as luzes pulsam alegres pelo ar
E as luzes pulsam alegres a flutuar
E as luzes pulsam alegres pela noite
Li fora tudo calmo
Mas por dentro nem sei
Fiquei vidrado na frente do espelho
E as borboletas voam, voam, voam pela highway
Nem vem ficar me olhando pelo retrovisor
Que mania
É psicológico, mas vê
Vê se alivia
E logo, logo o amor dos dois não
passou de um reflexo
E as silhuetas se curtiam na
cortina do chuveiro
E os absurdos passam leves pelo ar
E os absurdos passam leves pela noite
Lá fora tudo calmo
Mas por dentro nem sei
Fiquei vidrado na frente do espelho
E as borboletas voam, voam, voam
pela highway