Leonardo    

Vento Negro

Letras Leonardo / Vento Negro

Vento Negro

Leonardo

Onde a terra começar,
Vento Negro, gente eu sou,
Onde a terra terminar,
Vento Negro eu sou.

Quem me ouve vai contar,
quero lutas, guerra não,
Erguer bandeira sem matar,
Vento Negro é furacão.

Com a vida, o tempo,
a trilha, o sol,
O vento forte, se erguerá arrastando
o que houver no chão.

Vento negro, campo a fora,
Vai correr,
quem vai embora tem que saber,
É viração.

Nos montes, vales que venci,
No coração da mata virgem,
Meu canto eu sei, há de se ouvir,
Em todo o meu país.

Não creio em paz sem divisão,
De tanto amor que eu espalhei,
Em cada céu, em cada chão,
Minha alma lá deixei.

Com a vida


Leonardo

Vento Negro

Leonardo

Vento Negro

Onde a terra começar,
Vento Negro, gente eu sou,
Onde a terra terminar,
Vento Negro eu sou.

Quem me ouve vai contar,
quero lutas, guerra não,
Erguer bandeira sem matar,
Vento Negro é furacão.

Com a vida, o tempo,
a trilha, o sol,
O vento forte, se erguerá arrastando
o que houver no chão.

Vento negro, campo a fora,
Vai correr,
quem vai embora tem que saber,
É viração.

Nos montes, vales que venci,
No coração da mata virgem,
Meu canto eu sei, há de se ouvir,
Em todo o meu país.

Não creio em paz sem divisão,
De tanto amor que eu espalhei,
Em cada céu, em cada chão,
Minha alma lá deixei.

Com a vida