Leonardo    

Peão de Rodeio

Letras Leonardo / Peão de Rodeio

Peão de Rodeio

Leonardo

Não deixe que o laço corte
Seus sonhos ao meio
Não solte as rédeas de deus
Que te mantém no arreio
São poucos segundos apenas

Que podem lhe custar a vida
Mas Deus te guarde
Abre o brete, inicia a partida

Erga a sua mão aberta pro alto
Que deus te segura
E os sete buracos da sorte
Sustentam a ferradura
E enquanto aos olhos do júri
Vem um ponteiro engolindo os segundos
Sobre o tombo desse bicho bravio
Você constrói o seu mundo

Solte seu corpo no espaço feito uma pluma ao vento
Não sinta cansaço
Na força do braço
Põe seu pensamento
Tente esquecer nessa hora
O tic- tac do tempo
Segura o bicho na espora, peão
Cavalgue no seu pensamento


Leonardo

Peão de Rodeio

Leonardo

Peão de Rodeio

Não deixe que o laço corte
Seus sonhos ao meio
Não solte as rédeas de deus
Que te mantém no arreio
São poucos segundos apenas

Que podem lhe custar a vida
Mas Deus te guarde
Abre o brete, inicia a partida

Erga a sua mão aberta pro alto
Que deus te segura
E os sete buracos da sorte
Sustentam a ferradura
E enquanto aos olhos do júri
Vem um ponteiro engolindo os segundos
Sobre o tombo desse bicho bravio
Você constrói o seu mundo

Solte seu corpo no espaço feito uma pluma ao vento
Não sinta cansaço
Na força do braço
Põe seu pensamento
Tente esquecer nessa hora
O tic- tac do tempo
Segura o bicho na espora, peão
Cavalgue no seu pensamento