Lenine    

De Sabugo a Visconde

Letras Lenine / De Sabugo a Visconde

De Sabugo a Visconde

Lenine

Milho verde virou mungunzá
Do sabugo virei visconde
Quem já leu minha história aprendeu
Quem não leu vai perder o bonde

Eu sou milho de boa linhagem
Cultura e bagagem pra dar e vender
Quem não leu minha história perdeu
E é por isso que eu quero esclarecer

Eu andei pelas ruas da Grécia
Eu já fiz peripécia no reino de Atlantis
Fui vassalo do Rei Hamsés
Sem mover os meus pés daqui dessa estante

Fui além das muralhas da china
Além das minas do rei salomão
Sem mover os meus pés dessa sala
Eu voei sem sair do chão

(Refrão)(x2)
Tá no livro, tá escrito
No sítio do pica-pau
Pedrinho me fez visconde
Sabugo de milho intelectual

Milho verde virou mungunzá
Do sabugo virei visconde
Quem já leu minha história aprendeu
Quem não leu vai perder o bonde

Eu sou milho de boa linhagem
Cultura e bagagem pra dar e vender
Quem não leu minha história perdeu
E é por isso que eu quero esclarecer

Eu andei pelas ruas da Grécia
Eu já fiz peripécia no reino de Atlantis
Fui vassalo do Rei Hamsés
Sem mover os meus pés daqui dessa estante

Fui além das muralhas da china
Além das minas do rei salomão
Sem mover os meus pés dessa sala
Eu voei sem sair do chão

(Refrão)(x4)
Tá no livro, tá escrito
No sítio do pica-pau
Pedrinho me fez visconde
Sabugo de milho intelectual


Lenine

De Sabugo a Visconde

Lenine

De Sabugo a Visconde

Milho verde virou mungunzá
Do sabugo virei visconde
Quem já leu minha história aprendeu
Quem não leu vai perder o bonde

Eu sou milho de boa linhagem
Cultura e bagagem pra dar e vender
Quem não leu minha história perdeu
E é por isso que eu quero esclarecer

Eu andei pelas ruas da Grécia
Eu já fiz peripécia no reino de Atlantis
Fui vassalo do Rei Hamsés
Sem mover os meus pés daqui dessa estante

Fui além das muralhas da china
Além das minas do rei salomão
Sem mover os meus pés dessa sala
Eu voei sem sair do chão

(Refrão)(x2)
Tá no livro, tá escrito
No sítio do pica-pau
Pedrinho me fez visconde
Sabugo de milho intelectual

Milho verde virou mungunzá
Do sabugo virei visconde
Quem já leu minha história aprendeu
Quem não leu vai perder o bonde

Eu sou milho de boa linhagem
Cultura e bagagem pra dar e vender
Quem não leu minha história perdeu
E é por isso que eu quero esclarecer

Eu andei pelas ruas da Grécia
Eu já fiz peripécia no reino de Atlantis
Fui vassalo do Rei Hamsés
Sem mover os meus pés daqui dessa estante

Fui além das muralhas da china
Além das minas do rei salomão
Sem mover os meus pés dessa sala
Eu voei sem sair do chão

(Refrão)(x4)
Tá no livro, tá escrito
No sítio do pica-pau
Pedrinho me fez visconde
Sabugo de milho intelectual