Kelly Key    

Te Provocar

Letras Kelly Key / Te Provocar

Te Provocar

Kelly Key

Um, dois, três, quatro, cinco
Já te disse várias vezes aquilo que eu sinto
Eu não minto, mas tu não queres acreditar
Se calas e não vês o meu jeito de amar

Tu não tens modos, age contra a razão
Falas alto, [rires] à toa, só queres minha atenção
Às vezes sinto vontade de xingar um palavrão
Só me dás trabalho, qual é tua intenção

Eu falo mesmo tudo errado,
Eu quero é te ver pilhado
Meu papo é te provocar
Mas quando beijo sua boca
A história, meu amigo, é outra
Te faço ajoelhar

Tu não tens jeito mesmo, tu és muito sacana
Estou perdido, vendido, rendido, preso nessa trama
Tacaste fogo em minha idéias e acendeste a chama
A cada dia que passa mais a gente se ama

Tu não tens modos, age contra a razão
Falas alto, [rires] à toa, só queres minha atenção
Às vezes sinto vontade de xingar um palavrão
Só me dás trabalho, qual é tua intenção

Eu falo mesmo tudo errado,
Eu quero é te ver pilhado
Meu papo é te provocar
Mas quando beijo sua boca
A história, meu amigo, é outra
Te faço ajoelhar [bis]


Kelly Key

Te Provocar

Kelly Key

Te Provocar

Um, dois, três, quatro, cinco
Já te disse várias vezes aquilo que eu sinto
Eu não minto, mas tu não queres acreditar
Se calas e não vês o meu jeito de amar

Tu não tens modos, age contra a razão
Falas alto, [rires] à toa, só queres minha atenção
Às vezes sinto vontade de xingar um palavrão
Só me dás trabalho, qual é tua intenção

Eu falo mesmo tudo errado,
Eu quero é te ver pilhado
Meu papo é te provocar
Mas quando beijo sua boca
A história, meu amigo, é outra
Te faço ajoelhar

Tu não tens jeito mesmo, tu és muito sacana
Estou perdido, vendido, rendido, preso nessa trama
Tacaste fogo em minha idéias e acendeste a chama
A cada dia que passa mais a gente se ama

Tu não tens modos, age contra a razão
Falas alto, [rires] à toa, só queres minha atenção
Às vezes sinto vontade de xingar um palavrão
Só me dás trabalho, qual é tua intenção

Eu falo mesmo tudo errado,
Eu quero é te ver pilhado
Meu papo é te provocar
Mas quando beijo sua boca
A história, meu amigo, é outra
Te faço ajoelhar [bis]