Juanes    

Tudo Em Minha Vida

Letras Juanes / Tudo Em Minha Vida

Tudo Em Minha Vida

Juanes

Todo En Mi Vida Eres Tú

Como la primavera que despierta la razón del día,
Así es de inmenso tu amor.
Como una noche que me arropa y me rebosa de alegría.

Como el silencio que difundes cuando callas y me miras,
Así es de inmenso tu amor.
Como el café temprano donde mojo el pan de cada día.

Conjugando las estrellas,
Coronando el firmamento,
Derritiendo mis palabras con tu voz?

Como un lenguaje indescifrable que me enseña y me da vida
Así es de inmenso tu amor
Como una luz que resplandece y me ilumina cada dia

Conjugando las estrellas,
Coronando el firmamento,
Derritiendo mis palabras con tu voz?

Y tú eres el alba que despierta mi luz,
El parlamento de mis noches y tú?
El violonchelo de este adagio en azul,
Lluvia y verano eres tú.
El horizonte de mi norte y mi sur,
El calendario de mis besos de tul,
Lo que poseo y lo que tengo eres tú,
Todo en mi vida eres tú.

Como la primavera que despierta la razón del día,
Así es de inmenso tu amor.
Como una noche que me arropa y me rebosa de alegría.

Conjugando las estrellas,
Coronando el firmamento,
Derritiendo mis palabras con tu voz?

Y tú eres el alba que despierta mi luz,
El parlamento de mis noches y tú?
El violonchelo de este adagio en azul,
Lluvia y verano eres tú.
El horizonte de mi norte y mi sur,
El calendario de mis besos de tul,
Lo que poseo y lo que tengo eres tú.

Como el silencio que difundes cuando callas y me miras,
Así es de inmenso tu amor.
Como el café temprano donde mojo el pan de cada día.

Conjugando las estrellas,
Coronando el firmamento,
Derritiendo mis palabras con tu voz?

Y tú eres el alba que despierta mi luz,
El parlamento de mis noches y tú?
El violonchelo de este adagio en azul,
Lluvia y verano eres tú.
El horizonte de mi norte y mi sur,
El calendario de mis besos de tul,
Lo que poseo y lo que tengo eres tú,
Todo en mi vida eres tú.

Tudo Em Minha Vida

Como a primavera que desperta a razão do dia
Assim é tão imenso teu amor
Como uma noite que agasalha e me transborda de alegria

Como o silencio que difundes quando calas e me olha
Assim é tão imenso teu amor
Como o café da manhã onde molho o pão de cada dia

Unindo as estrelas
Coroando o firmamento
Derretendo minhas palavras com tua voz

Como uma linguagem indecifrável que ensina e me dá vida
É assim tão imenso teu amor
Como uma luz que resplandece e me ilumina cada dia

Unindo as estrelas
Coroando o firmamento
Derretendo minha palavras com sua voz

E você é alvorada que desperta minha luz
As conversas das minhas noite e você
O violoncelo deste adagio em azul
Chuva e verão é você
O horizonte do meu norte e meu sul
O calendário dos meus beijos de seda
O que possuo e o que tenho é você
Tudo em minha vida é você.

Como a primavera que desperta a razão do dia
Assim é tão imenso teu amor
Como uma noite que agasalha e me transborda de alegria

Unindo as estrelas
Coroando o firmamento
Derretendo minha palavras com sua voz

E você é alvorada que desperta minha luz
As conversas das minhas noite e você
O violoncelo deste adagio em azul
Chuva e verão é você
O horizonte do meu norte e meu sul
O calendário dos meus beijos de seda
O que possuo e o que tenho é você

Como o silencio que difundes quando calas e me olha
Assim é tão imenso teu amor
Como o café da manhã onde molho o pão de cada dia

Unindo as estrelas
Coroando o firmamento
Derretendo minha palavras com sua voz

E você é alvorada que desperta minha luz
As conversas das minhas noite e você
O violoncelo deste adagio em azul
Chuva e verão é você
O horizonte do meu norte e meu sul
O calendário dos meus beijos de seda
O que possuo e o que tenho é você
Tudo em minha vida é você.


Juanes

Tudo Em Minha Vida

Juanes

Tudo Em Minha Vida

Todo En Mi Vida Eres Tú

Como la primavera que despierta la razón del día,
Así es de inmenso tu amor.
Como una noche que me arropa y me rebosa de alegría.

Como el silencio que difundes cuando callas y me miras,
Así es de inmenso tu amor.
Como el café temprano donde mojo el pan de cada día.

Conjugando las estrellas,
Coronando el firmamento,
Derritiendo mis palabras con tu voz?

Como un lenguaje indescifrable que me enseña y me da vida
Así es de inmenso tu amor
Como una luz que resplandece y me ilumina cada dia

Conjugando las estrellas,
Coronando el firmamento,
Derritiendo mis palabras con tu voz?

Y tú eres el alba que despierta mi luz,
El parlamento de mis noches y tú?
El violonchelo de este adagio en azul,
Lluvia y verano eres tú.
El horizonte de mi norte y mi sur,
El calendario de mis besos de tul,
Lo que poseo y lo que tengo eres tú,
Todo en mi vida eres tú.

Como la primavera que despierta la razón del día,
Así es de inmenso tu amor.
Como una noche que me arropa y me rebosa de alegría.

Conjugando las estrellas,
Coronando el firmamento,
Derritiendo mis palabras con tu voz?

Y tú eres el alba que despierta mi luz,
El parlamento de mis noches y tú?
El violonchelo de este adagio en azul,
Lluvia y verano eres tú.
El horizonte de mi norte y mi sur,
El calendario de mis besos de tul,
Lo que poseo y lo que tengo eres tú.

Como el silencio que difundes cuando callas y me miras,
Así es de inmenso tu amor.
Como el café temprano donde mojo el pan de cada día.

Conjugando las estrellas,
Coronando el firmamento,
Derritiendo mis palabras con tu voz?

Y tú eres el alba que despierta mi luz,
El parlamento de mis noches y tú?
El violonchelo de este adagio en azul,
Lluvia y verano eres tú.
El horizonte de mi norte y mi sur,
El calendario de mis besos de tul,
Lo que poseo y lo que tengo eres tú,
Todo en mi vida eres tú.

Tudo Em Minha Vida

Como a primavera que desperta a razão do dia
Assim é tão imenso teu amor
Como uma noite que agasalha e me transborda de alegria

Como o silencio que difundes quando calas e me olha
Assim é tão imenso teu amor
Como o café da manhã onde molho o pão de cada dia

Unindo as estrelas
Coroando o firmamento
Derretendo minhas palavras com tua voz

Como uma linguagem indecifrável que ensina e me dá vida
É assim tão imenso teu amor
Como uma luz que resplandece e me ilumina cada dia

Unindo as estrelas
Coroando o firmamento
Derretendo minha palavras com sua voz

E você é alvorada que desperta minha luz
As conversas das minhas noite e você
O violoncelo deste adagio em azul
Chuva e verão é você
O horizonte do meu norte e meu sul
O calendário dos meus beijos de seda
O que possuo e o que tenho é você
Tudo em minha vida é você.

Como a primavera que desperta a razão do dia
Assim é tão imenso teu amor
Como uma noite que agasalha e me transborda de alegria

Unindo as estrelas
Coroando o firmamento
Derretendo minha palavras com sua voz

E você é alvorada que desperta minha luz
As conversas das minhas noite e você
O violoncelo deste adagio em azul
Chuva e verão é você
O horizonte do meu norte e meu sul
O calendário dos meus beijos de seda
O que possuo e o que tenho é você

Como o silencio que difundes quando calas e me olha
Assim é tão imenso teu amor
Como o café da manhã onde molho o pão de cada dia

Unindo as estrelas
Coroando o firmamento
Derretendo minha palavras com sua voz

E você é alvorada que desperta minha luz
As conversas das minhas noite e você
O violoncelo deste adagio em azul
Chuva e verão é você
O horizonte do meu norte e meu sul
O calendário dos meus beijos de seda
O que possuo e o que tenho é você
Tudo em minha vida é você.