João Mineiro e Marciano    

Um Dia Só

Um Dia Só

João Mineiro e Marciano

Ontem,com saudade na cabeça;
Eu deitei pensando nela,
sem saber onde andará,
errei,compreendi essa verdade,a pessoa com saudade
perde tempo em se deitar;
dormir,e quem disse que eu pude,
a não ser que tudo mude,eu não durmo nunca mais;
saudade é uma dor tão caprichosa,chega a ser deliciosa,no momento em que doi mais.
Ontem,fez um dia que brigamos,um dia só e já me sinto louco,parando prá pensar parece pouco;
Deitando prá dormir parece tanto;
A gente quando ama sem sucesso,o sono prá chegar nunca tem hora
além dessa saudade que apavora;
Existe a incerteza do regresso.
Ontem,ao deitar na própria cama
eu tentei fechar os olhos;
e pensar em mim somente,
porém,eu até de mim esqueço,um amor tem alto preço;
vale mais do que a gente.
Viver,tudo é muito relativo;
nem o sono é possível,quando a saudade aparece,
A vida já não tem qualquer sentido;a gente se ver perdido;
no lugar que mais conhece.
Ontem,fez um dia que brigamos,
um dia só e já me sinto louco,
parando prá pensar parece pouco;
deitando prá dormir parece tanto.
A gente quando ama sem sucesso;
o sono prá chegar nunca tem hora;
Além dessa saudade que apavora;existe a incerteza do regresso.


João Mineiro e Marciano

Um Dia Só

João Mineiro e Marciano

Um Dia Só

Ontem,com saudade na cabeça;
Eu deitei pensando nela,
sem saber onde andará,
errei,compreendi essa verdade,a pessoa com saudade
perde tempo em se deitar;
dormir,e quem disse que eu pude,
a não ser que tudo mude,eu não durmo nunca mais;
saudade é uma dor tão caprichosa,chega a ser deliciosa,no momento em que doi mais.
Ontem,fez um dia que brigamos,um dia só e já me sinto louco,parando prá pensar parece pouco;
Deitando prá dormir parece tanto;
A gente quando ama sem sucesso,o sono prá chegar nunca tem hora
além dessa saudade que apavora;
Existe a incerteza do regresso.
Ontem,ao deitar na própria cama
eu tentei fechar os olhos;
e pensar em mim somente,
porém,eu até de mim esqueço,um amor tem alto preço;
vale mais do que a gente.
Viver,tudo é muito relativo;
nem o sono é possível,quando a saudade aparece,
A vida já não tem qualquer sentido;a gente se ver perdido;
no lugar que mais conhece.
Ontem,fez um dia que brigamos,
um dia só e já me sinto louco,
parando prá pensar parece pouco;
deitando prá dormir parece tanto.
A gente quando ama sem sucesso;
o sono prá chegar nunca tem hora;
Além dessa saudade que apavora;existe a incerteza do regresso.