João Mineiro e Marciano    

Podes me negar

Podes me negar

João Mineiro e Marciano

Veja seu passado e reconheça
Que você me quis perdidamente
Eu não fui um sonho simplesmente
Fui realidade não se esqueça
Hoje represento um pesadelo
É o que você diz a toda hora
Mas quem alisava seus cabelos
Guarda seu primeiro beijo agora.

Pode me negar o quanto queira
Pode me esquecer se for capaz
Pode me negar a vida inteira
Esquecer meu beijo nunca mais.

INTRODUÇÃO

Veja quanta coisa está gravada
Marcas escondidas pela blusa
Mas há de ficar talvez confusa
Quando por um outro for amada
Hoje represento um pesadelo
É o que você diz a toda hora
Mas quem alisava seus cabelos
Guarda seu primeiro beijo agora.

Pode me negar o quanto queira
Pode me esquecer se for capaz
Pode me negar a vida inteira
Esquecer meu beijo nunca mais.


João Mineiro e Marciano

Podes me negar

João Mineiro e Marciano

Podes me negar

Veja seu passado e reconheça
Que você me quis perdidamente
Eu não fui um sonho simplesmente
Fui realidade não se esqueça
Hoje represento um pesadelo
É o que você diz a toda hora
Mas quem alisava seus cabelos
Guarda seu primeiro beijo agora.

Pode me negar o quanto queira
Pode me esquecer se for capaz
Pode me negar a vida inteira
Esquecer meu beijo nunca mais.

INTRODUÇÃO

Veja quanta coisa está gravada
Marcas escondidas pela blusa
Mas há de ficar talvez confusa
Quando por um outro for amada
Hoje represento um pesadelo
É o que você diz a toda hora
Mas quem alisava seus cabelos
Guarda seu primeiro beijo agora.

Pode me negar o quanto queira
Pode me esquecer se for capaz
Pode me negar a vida inteira
Esquecer meu beijo nunca mais.