João Mineiro e Marciano    

Na Hora do Adeus

Letras João Mineiro e Marciano / Na Hora do Adeus

Na Hora do Adeus

João Mineiro e Marciano

Na hora do adeus
Você olhou pra mim
E não acreditou
Ao ver chegar o fim

Tentou me seduzir
Chorando me agarrou
Teu corpo ofereceu
Me quis, me suplicou
E perguntou porque
Mas eu não respondi
Só pra não te ofender
Disse adeus e saí

(Refrão)
Saí da tua vida
Eu só representava o cheque no final do mês
Você não respeitou
Quem te amou demais
Só abusou de mim
E me passou pra trás
Saída tua vida de cabeça erguida
coisa que você não fez
eu já chorei demais
agora vem a sua vez
eu acho que vai ser melhor
melhor pros três

E perguntou porque
Mas eu não respondi
Só pra não te ofender
Disse adeus e saí

Refrão

Na hora do adeus
Você olhou pra mim
E não acreditou
Ao ver chegar o fim


João Mineiro e Marciano

Na Hora do Adeus

João Mineiro e Marciano

Na Hora do Adeus

Na hora do adeus
Você olhou pra mim
E não acreditou
Ao ver chegar o fim

Tentou me seduzir
Chorando me agarrou
Teu corpo ofereceu
Me quis, me suplicou
E perguntou porque
Mas eu não respondi
Só pra não te ofender
Disse adeus e saí

(Refrão)
Saí da tua vida
Eu só representava o cheque no final do mês
Você não respeitou
Quem te amou demais
Só abusou de mim
E me passou pra trás
Saída tua vida de cabeça erguida
coisa que você não fez
eu já chorei demais
agora vem a sua vez
eu acho que vai ser melhor
melhor pros três

E perguntou porque
Mas eu não respondi
Só pra não te ofender
Disse adeus e saí

Refrão

Na hora do adeus
Você olhou pra mim
E não acreditou
Ao ver chegar o fim