João Mineiro e Marciano    

Meu desespero

Meu desespero

João Mineiro e Marciano

Você já viveu comigo
Encheu de amor meu coração
Perfumou a nossa cama
Deixando o gosto da solidão

Esqueceu em nosso quarto
Uma foto sua de corpo inteiro
E hoje em minha vida
É meu pedaço de desespero

Não posso ouvir no rádio
Aquela canção que você gostava
E corro e vou pro boteco
Beber mais uma pra te esquecer

Vendeiro desce mais uma
Confere a conta lá na tabela
Repete aquela canção
Que eu bebo e choro pensando nela

Por você já bebi tanto
Que estou ficando bem conhecido
Você fez a minha fama
Porque me deu um amor fingido

Já estou me acostumando
Com esta vida de um pobre louco
Ponho a foto sobre a mesa
Bebendo todas ainda acho pouco

Não posso ouvir no rádio...


João Mineiro e Marciano

Meu desespero

João Mineiro e Marciano

Meu desespero

Você já viveu comigo
Encheu de amor meu coração
Perfumou a nossa cama
Deixando o gosto da solidão

Esqueceu em nosso quarto
Uma foto sua de corpo inteiro
E hoje em minha vida
É meu pedaço de desespero

Não posso ouvir no rádio
Aquela canção que você gostava
E corro e vou pro boteco
Beber mais uma pra te esquecer

Vendeiro desce mais uma
Confere a conta lá na tabela
Repete aquela canção
Que eu bebo e choro pensando nela

Por você já bebi tanto
Que estou ficando bem conhecido
Você fez a minha fama
Porque me deu um amor fingido

Já estou me acostumando
Com esta vida de um pobre louco
Ponho a foto sobre a mesa
Bebendo todas ainda acho pouco

Não posso ouvir no rádio...