João Mineiro e Marciano    

Ex-Mulher

Ex-Mulher

João Mineiro e Marciano

Eu e ela separamos
Coisa que hoje é tão normal
Eu e ela nos cansamos
Decidimos no final

As pessoas me perguntam
Se dela eu esqueci
Os meus olhos no instante
Respondem por mim

Como é possível esquecer uma pessoa
Pra quem eu mandei versinhos num cartão
Quem plantou todas as flores no jardim
Pensando bem eu lhe devo cada botão

Todos os dias nasce dela uma lembrança
Numa flor que abre em cada amanhecer
Tudo que é bonito aqui deve-se a ela
Ex-mulher é muito pouco pra se dizer
Tudo que é bonito aqui deve-se a ela
Ex-mulher será mulher até morrer

Se as vezes ela passa
Alguém diz a ex-mulher
Eu me sinto entristecido
Pois meu coração não quer

Esse simples tratamento
Diminui seu valor
Pois o minimo que digo
Foi um grande amor


João Mineiro e Marciano

Ex-Mulher

João Mineiro e Marciano

Ex-Mulher

Eu e ela separamos
Coisa que hoje é tão normal
Eu e ela nos cansamos
Decidimos no final

As pessoas me perguntam
Se dela eu esqueci
Os meus olhos no instante
Respondem por mim

Como é possível esquecer uma pessoa
Pra quem eu mandei versinhos num cartão
Quem plantou todas as flores no jardim
Pensando bem eu lhe devo cada botão

Todos os dias nasce dela uma lembrança
Numa flor que abre em cada amanhecer
Tudo que é bonito aqui deve-se a ela
Ex-mulher é muito pouco pra se dizer
Tudo que é bonito aqui deve-se a ela
Ex-mulher será mulher até morrer

Se as vezes ela passa
Alguém diz a ex-mulher
Eu me sinto entristecido
Pois meu coração não quer

Esse simples tratamento
Diminui seu valor
Pois o minimo que digo
Foi um grande amor