João Mineiro e Marciano    

Esconda o Que Houve

Letras João Mineiro e Marciano / Esconda o Que Houve

Esconda o Que Houve

João Mineiro e Marciano

Nunca na vida vou sair na rua
Para desmentir o que você disser
Porisso mesmo diga que eu não presto
pra qualquer pessoa diga o que quiser

Se encontrar amigos fale que eu errei
E para os estranhos invente na hora
Uma historia boba se faz de inocente
Diga simplesmente que me pos pra fora

Só nos dois sabemos a pura verdade
Em segredo guarde vou guardar também
E na madrugada a gente se amando
Me apertou falando o nome de alguém

Hei de conservar sua imagem pura
Deixe que os outros falem mal de mim
Quero que você seja admirada
A mulher honesta de um homen ruim

Esconda o que houve eu estou pedindo
Porque pela rua lhe darão valor
Assim meus amigos dirão numa boa
Que aquela pessoa foi meu grande amor

Só nos dois sabemos a pura verdade
Em segredo guarde vou guardar também
E na madrugada a gente se amando
Me apertou falando o nome de alguém


João Mineiro e Marciano

Esconda o Que Houve

João Mineiro e Marciano

Esconda o Que Houve

Nunca na vida vou sair na rua
Para desmentir o que você disser
Porisso mesmo diga que eu não presto
pra qualquer pessoa diga o que quiser

Se encontrar amigos fale que eu errei
E para os estranhos invente na hora
Uma historia boba se faz de inocente
Diga simplesmente que me pos pra fora

Só nos dois sabemos a pura verdade
Em segredo guarde vou guardar também
E na madrugada a gente se amando
Me apertou falando o nome de alguém

Hei de conservar sua imagem pura
Deixe que os outros falem mal de mim
Quero que você seja admirada
A mulher honesta de um homen ruim

Esconda o que houve eu estou pedindo
Porque pela rua lhe darão valor
Assim meus amigos dirão numa boa
Que aquela pessoa foi meu grande amor

Só nos dois sabemos a pura verdade
Em segredo guarde vou guardar também
E na madrugada a gente se amando
Me apertou falando o nome de alguém