João Mineiro e Marciano    

Cilada

Cilada

João Mineiro e Marciano

A noite sempre companheira
Era meu abrigo
Perdido em meus pensamentos
Eu olhava o mar
A brisa que se misturava
Ao meu choro duido
Trazendo a minha esperança
De te ver voltar

Palavras que você me disse
Ficaram marcadas
As juras que você me fez
Eu não posso esquecer
Jamais pensei que o nosso caso
Fosse uma cilada
A gente era tão feliz
E não pensava em nada

Agora estou a esperar
Que você venha me buscar
O meu coração já não bate
De tanta saudade
O nosso amor foi tão bonito
Porque não recomeçar?
A vida já tem valor
Se você não voltar


João Mineiro e Marciano

Cilada

João Mineiro e Marciano

Cilada

A noite sempre companheira
Era meu abrigo
Perdido em meus pensamentos
Eu olhava o mar
A brisa que se misturava
Ao meu choro duido
Trazendo a minha esperança
De te ver voltar

Palavras que você me disse
Ficaram marcadas
As juras que você me fez
Eu não posso esquecer
Jamais pensei que o nosso caso
Fosse uma cilada
A gente era tão feliz
E não pensava em nada

Agora estou a esperar
Que você venha me buscar
O meu coração já não bate
De tanta saudade
O nosso amor foi tão bonito
Porque não recomeçar?
A vida já tem valor
Se você não voltar