João Mineiro e Marciano    

Chá De Hortelã

Letras João Mineiro e Marciano / Chá De Hortelã

Chá De Hortelã

João Mineiro e Marciano

Pode crer
Ela é o motivo de tantas canções
Nunca mais,
Sei que não vou conseguir as mesmas emoções
Pode crer,
Ela foi muitas vezes
O meu chá de hortelã meu calmante adequado
E outras vezes
Seu sabor de maça me levou ao pecado.

Por favor me perdoe
Por te amar sem poder, te amar assim
Mas você também foi o que foi
Precisando afastar de mim
Acontece que ambos mentimos
Pra iniciar este amor
A verdade chegou,
Descobrimos, só enganei a mim
E você se enganou.

Pode crer
Ela é minha lágrima, mesmo sendo prazer
Ela foi
Meu exemplo de vida e nem posso viver.
Ela foi
Minha grande vitória, a derrota maior
Fui sucesso e fracasso
Conseguimos asas e não temos espaço


João Mineiro e Marciano

Chá De Hortelã

João Mineiro e Marciano

Chá De Hortelã

Pode crer
Ela é o motivo de tantas canções
Nunca mais,
Sei que não vou conseguir as mesmas emoções
Pode crer,
Ela foi muitas vezes
O meu chá de hortelã meu calmante adequado
E outras vezes
Seu sabor de maça me levou ao pecado.

Por favor me perdoe
Por te amar sem poder, te amar assim
Mas você também foi o que foi
Precisando afastar de mim
Acontece que ambos mentimos
Pra iniciar este amor
A verdade chegou,
Descobrimos, só enganei a mim
E você se enganou.

Pode crer
Ela é minha lágrima, mesmo sendo prazer
Ela foi
Meu exemplo de vida e nem posso viver.
Ela foi
Minha grande vitória, a derrota maior
Fui sucesso e fracasso
Conseguimos asas e não temos espaço