João Bosco    

Rumbando

Letras João Bosco / Rumbando

Rumbando

João Bosco

Gemedeira, tremedeira, gemedeira, tremedeira,
Gemedeira, tremedeira, gemedeira, tremedeira...
Ai, imita, levita, segura a cintura,
Ai, rumba, rumbeira,
Sacode os balangandãs
E ajeita as bananas, balança os babados
Badala e obrigada
- obrigada, minhas fãs!
Ai, o rumo da rumba, um bumbo, uma tumba,
Um rombo e um tombo
- mas nasceu pra bailar!
Pode ser congada
Mas nasceu pra bailar.
Ai, boneca de mola, com estola de pele,
Cheirinho de talco
¾ não treme no palco!
As pedras da cordilheira
Caíram na cristaleira.
As pedras da cordilheira
Caíram na cristaleira.


João Bosco

Rumbando

João Bosco

Rumbando

Gemedeira, tremedeira, gemedeira, tremedeira,
Gemedeira, tremedeira, gemedeira, tremedeira...
Ai, imita, levita, segura a cintura,
Ai, rumba, rumbeira,
Sacode os balangandãs
E ajeita as bananas, balança os babados
Badala e obrigada
- obrigada, minhas fãs!
Ai, o rumo da rumba, um bumbo, uma tumba,
Um rombo e um tombo
- mas nasceu pra bailar!
Pode ser congada
Mas nasceu pra bailar.
Ai, boneca de mola, com estola de pele,
Cheirinho de talco
¾ não treme no palco!
As pedras da cordilheira
Caíram na cristaleira.
As pedras da cordilheira
Caíram na cristaleira.