João Bosco    

Pernas De Pau

Letras João Bosco / Pernas De Pau

Pernas De Pau

João Bosco

Pernas de pau, filhos do barro
Linhas na mão e um coração no peito
Andando sobre o meio-fio de um céu sem rede, vão
Bebendo as nuvens pra tentar esquecer

Dedos no pé, pêlos no rosto
Rugas na pele e outros mensageiros
Sua alegria é um mistério em plena luz do sol
Em fevereiro nunca sabem quem são

Quando se amam compreendem tudo
Sua razão é mais e menos razão
E nesse tempo não se fazem pergunta alguma, até
Voltar nos olhos a queimar a questão


João Bosco

Pernas De Pau

João Bosco

Pernas De Pau

Pernas de pau, filhos do barro
Linhas na mão e um coração no peito
Andando sobre o meio-fio de um céu sem rede, vão
Bebendo as nuvens pra tentar esquecer

Dedos no pé, pêlos no rosto
Rugas na pele e outros mensageiros
Sua alegria é um mistério em plena luz do sol
Em fevereiro nunca sabem quem são

Quando se amam compreendem tudo
Sua razão é mais e menos razão
E nesse tempo não se fazem pergunta alguma, até
Voltar nos olhos a queimar a questão