João Bosco    

Jogos De Arrasar

Letras João Bosco / Jogos De Arrasar

Jogos De Arrasar

João Bosco

Tem vaca-amarela
Quem falar, perdeu
Tem polícia-e-ladrão

Tem roleta-russa
Jogos de arrasar
Golpe baixo e armação

Até uma coca-cola
É mais pura
Que a fórmula do amor

Deu um nó sem laço
Passo, é sua vez
No tabuleiro de xadrez
Você não se comove
Ataca de Karpov
Cansei da brincadeira
Peço pra parar
Você diz "my dear
Sinto te informar
Mas acho que não vai dar"

Tem queda-de-braço
Batalha naval
Na gincana conjugal

Leve as crianças
Pra dar um passeio
No playcenter do amor

A roda gigante às vezes dá de emperrar
Com você lá em cima louco pra isso acabar

É como entrar dentro do espelho
E quando tudo ruir
Saber que não consegue sair

É como andar na selva escura
E quando o dia raiar
Saber que não saiu do lugar


João Bosco

Jogos De Arrasar

João Bosco

Jogos De Arrasar

Tem vaca-amarela
Quem falar, perdeu
Tem polícia-e-ladrão

Tem roleta-russa
Jogos de arrasar
Golpe baixo e armação

Até uma coca-cola
É mais pura
Que a fórmula do amor

Deu um nó sem laço
Passo, é sua vez
No tabuleiro de xadrez
Você não se comove
Ataca de Karpov
Cansei da brincadeira
Peço pra parar
Você diz "my dear
Sinto te informar
Mas acho que não vai dar"

Tem queda-de-braço
Batalha naval
Na gincana conjugal

Leve as crianças
Pra dar um passeio
No playcenter do amor

A roda gigante às vezes dá de emperrar
Com você lá em cima louco pra isso acabar

É como entrar dentro do espelho
E quando tudo ruir
Saber que não consegue sair

É como andar na selva escura
E quando o dia raiar
Saber que não saiu do lugar