João Bosco    

Insegurança

Letras João Bosco / Insegurança

Insegurança

João Bosco

Você de vez em quando me pergunta se ainda te quero
Se ainda te desejo e se ainda é seu meu coração
Se quando digo que te amo estou sendo sincero
E se quando eu a vejo ainda sinto a mesma emoção

Você me diz que as vezes desconfia que existe outro alguém
E sente uma insegurança invadir seu coração
Mas olha pra você eu juro que não tenho ninguém
E que por você ainda queima em mim o fogo da paixão

Tire da sua cabeça esse medo
De que eu não te quero mais
Você sabe muito bem que viver
Sem seu amor não sou capaz
Tire logo dos teus olhos
A tristeza e me de o seu sorriso
Pois você é tudo que eu preciso


João Bosco

Insegurança

João Bosco

Insegurança

Você de vez em quando me pergunta se ainda te quero
Se ainda te desejo e se ainda é seu meu coração
Se quando digo que te amo estou sendo sincero
E se quando eu a vejo ainda sinto a mesma emoção

Você me diz que as vezes desconfia que existe outro alguém
E sente uma insegurança invadir seu coração
Mas olha pra você eu juro que não tenho ninguém
E que por você ainda queima em mim o fogo da paixão

Tire da sua cabeça esse medo
De que eu não te quero mais
Você sabe muito bem que viver
Sem seu amor não sou capaz
Tire logo dos teus olhos
A tristeza e me de o seu sorriso
Pois você é tudo que eu preciso