João Bosco    

Gol Anulado

Letras João Bosco / Gol Anulado

Gol Anulado

João Bosco

Quando você gritou mengo
No segundo gol do Zico
Tirei sem pensar o cinto
E bati até cansar

Três anos vivendo juntos
E eu sempre disse contente:
Minha preta é uma rainha
Porque não teme o batente,
Se garante na cozinha
E ainda é vasco doente

Daquele gol até hoje
O meu rádio está desligado
Como se irradiasse
O silêncio do amor terminado

Eu aprendi que a alegria
De quem está apaixonado
É como a falsa euforia
De um gol anulado


João Bosco

Gol Anulado

João Bosco

Gol Anulado

Quando você gritou mengo
No segundo gol do Zico
Tirei sem pensar o cinto
E bati até cansar

Três anos vivendo juntos
E eu sempre disse contente:
Minha preta é uma rainha
Porque não teme o batente,
Se garante na cozinha
E ainda é vasco doente

Daquele gol até hoje
O meu rádio está desligado
Como se irradiasse
O silêncio do amor terminado

Eu aprendi que a alegria
De quem está apaixonado
É como a falsa euforia
De um gol anulado