João Bosco    

Gênesis (parto)

Letras João Bosco / Gênesis (parto)

Gênesis (parto)

João Bosco

Quando ele nasceu
foi no sufôco...
Tinha uma vaga, um burro e um louco
que recebeu seu sete...
Quando ele nasceu
foi de teimoso
com a manha e a baba do tinhoso.
Chovia canivete...
Quando ele nasceu
nasceu de birra...
Barro ao invés de incenso e mira,
cordão cortado com gilete...
Quando ele nasceu
sacaram o berro,
meteram faca, ergueram ferro...
Exu falou: ninguém se mete!
Quando ele nasceu
Tomaram cana,
um partideiro puxou samba...
Oxum falou: esse promete...


João Bosco

Gênesis (parto)

João Bosco

Gênesis (parto)

Quando ele nasceu
foi no sufôco...
Tinha uma vaga, um burro e um louco
que recebeu seu sete...
Quando ele nasceu
foi de teimoso
com a manha e a baba do tinhoso.
Chovia canivete...
Quando ele nasceu
nasceu de birra...
Barro ao invés de incenso e mira,
cordão cortado com gilete...
Quando ele nasceu
sacaram o berro,
meteram faca, ergueram ferro...
Exu falou: ninguém se mete!
Quando ele nasceu
Tomaram cana,
um partideiro puxou samba...
Oxum falou: esse promete...