João Bosco    

De Quina Pra Lua

Letras João Bosco / De Quina Pra Lua

De Quina Pra Lua

João Bosco

Azar no jogo é não jogar
A vida é curta
Curta a sua enquanto dá
O tempo passa pro azar
E a bruxa
Vira fada prá ajudar

A pêra virou
Aladim prá mim dá pé
É questão
De esfregar com fé
A gata era borralheira
Né companheira?
E hoje é uma lady, mora
É tudo calça de veludo
Ou pé de fora

Quem tomou o bonde errado
Continua passageiro a pagar
E eu que não sou
Nem condutor, nem motorneiro
Vou sartá
O bilhete tá premiado, meu
Só tá derrotado
Quem não se arriscar
Azar no jogo é não jogar


João Bosco

De Quina Pra Lua

João Bosco

De Quina Pra Lua

Azar no jogo é não jogar
A vida é curta
Curta a sua enquanto dá
O tempo passa pro azar
E a bruxa
Vira fada prá ajudar

A pêra virou
Aladim prá mim dá pé
É questão
De esfregar com fé
A gata era borralheira
Né companheira?
E hoje é uma lady, mora
É tudo calça de veludo
Ou pé de fora

Quem tomou o bonde errado
Continua passageiro a pagar
E eu que não sou
Nem condutor, nem motorneiro
Vou sartá
O bilhete tá premiado, meu
Só tá derrotado
Quem não se arriscar
Azar no jogo é não jogar