João Alexandre    

Manhã

Manhã

João Alexandre

Por saber quem tu és, teu poder, tua glória
Eu me inclino a teus pés, Senhor.
Por saberes quem sou, meu sofrer, minha história,
Prova o meu coração, Senhor.
Inda nem se fez manhã, eis-me aqui a te buscar
Sem ti a vida é vã, sem razão passará.
Madrugada, foge o sono
E é tão bom saber que estás aqui, Senhor.
Doce mistério o teu amor por mim
Nasce o sol, nasce a luz, nasce em mim
Nem se fez manhã, eis-me aqui a te buscar
Sem ti a vida é vã, sem razão passará.
Madrugada, foge o sono
E é tão bom saber que estás aqui, Senhor.


João Alexandre

Manhã

João Alexandre

Manhã

Por saber quem tu és, teu poder, tua glória
Eu me inclino a teus pés, Senhor.
Por saberes quem sou, meu sofrer, minha história,
Prova o meu coração, Senhor.
Inda nem se fez manhã, eis-me aqui a te buscar
Sem ti a vida é vã, sem razão passará.
Madrugada, foge o sono
E é tão bom saber que estás aqui, Senhor.
Doce mistério o teu amor por mim
Nasce o sol, nasce a luz, nasce em mim
Nem se fez manhã, eis-me aqui a te buscar
Sem ti a vida é vã, sem razão passará.
Madrugada, foge o sono
E é tão bom saber que estás aqui, Senhor.