Letras de Músicas

Olhar Vazio

Haikaiss

 

Olhar Vazio

[Dj Qualy]
Cérebrin de rato, nem todos são aptos
Me fale de fato, tu quer ou não quer?
Tá comigo no mesmo barco, vai ter que aguentar o fardo
Me fale de fato tu quer ou não quer?
Do céu um raio, das águas um divisor
Se isso é uma entrevista, hoje eu sou entrevistador
Do céu um raio, das águas um divisor
Se isso é uma entrevista, hoje eu sou entrevistador
Gastou quando eu tava na luta pra crescer
Então vai se foder, então vai se foder
Pensou que ia gastar o caráter da banca sem eu ver
Então vai se foder, então vai se foder
Aê, arrombado fala o que quer na hora que quer mano
O outro verme lá falou que nós era de ceita maçônica
Então fechou, Damasson Crew vai
Fechamento dos mais loucos do Brasil, pode pá
Caipirinha em Niterói eu invadi o Paraná
Fortaleci minha quebrada e não adianta contestar
Além de tudo as mina que eu ignoro tu nem pega
Nas minhas teses eu vou que vou
Desacatou meu ser é vala
Seria tão bom se tivesse metade
Do dom que não faz e só fala
Mas ó, que menino depressivo
Sua melhor amiga agora quer chupar meu pin...
Tô envolvido, França, Portugal, Estados Unidos
Paraguai fechado no bonde, conhece alguém lá truta?
Eu duvido, então não digas o que convém
Não opine com quem convivo
Zé porva não faz parte do meu cultivo

Do céu um raio, das águas um divisor
Se isso é uma entrevista hoje eu sou entrevistador
Do céu um raio, das águas um divisor
Se isso é uma entrevista hoje eu sou entrevistador
Cérebrin de rato, nem todos são aptos
Me fale de fato tu quer ou não quer?
Tá comigo no mesmo barco, vai ter que aguentar o fato
Me fale de fato tu quer ou não quer?
Do céu um raio, das águas um divisor
Se isso é uma entrevista hoje eu sou entrevistador
Do céu um raio, das águas um divisor
Se isso é uma entrevista hoje eu sou entrevistador

[Spvic]
Fala, fala, vai, fala piada da quebrada
Tenta! Tenta ser meu calo, fabricando ideia errada
Falta a visão aprimorada, se já deu mancada e diz
Que aperto de mão nessa porra não significa nada!
Eu que não quero nada, não espero nada
Po, vejo a mãe cansada, a vida e acaba e tudo sobra ó
Opinião é sempre vaga
A gente traga, não só escreve mas apaga, flagra?
Cada verso ou espaço é um passo
O universo todo feito em casa
Não adianta tentar me decifrar
Se não sabe não fala então cala boca!
Ó, deu sua cota! Faz de conta que esse silêncio
Vem em forma de tr-tr-troca
Ó cara, mó cara no rap, ouro branco na track
E você não pensava que eu fosse improvisar agora né?
Né moleque, hã? Quem pode pode, SPI pode chegar

[Spinardi]
Vamo conversar da vida esquecer toda essa intriga
Vou me confessar, sempre que versar
Quando começar, me avisa
Como lições sob-medida, fomos vistos além da rima
Já dizia maloqueiro que minha rima é foda, é matéria prima
Então segue a rima, para e se concentra no que é disciplina
Com a minha firma acima de qualquer problema, t-t-t te garanto o clima
O quanto é bom se mover em prol
Sentir o calor emergir do sol
Já botei no anzol a meta de uma história interminável
Igualzinho a doutrina
Firma, eu to pra fala pra você moleque
Eu tô pra cima cativando com essa track (lek lek lek)
Cala boca, cala a boca e acende o beck
O que procede não é por falta de carinho nessa vida, é o que?
Pouca fita resolvida
Que pensem, que tramem no drama da vida real
Ele fala, ele fala, ele tenta ele tenta, ele falha, ele falha
Ele é mala, ele é mala
E se amarra no conto de fadas distante do corre muito louco por aqui
Ele pega pesado, ele fala aliado, ele fala que fica do lado
Mentira arrombado, ele falha de novo e de novo
Ele é bom de mentira pra suprir a falta de originalidade
Se embala no erro do mano que impede a conduta, avá
Filha de uma puta, porra!
Anda filho de uma puta, morra
Eu tô de novo nessa game, eu tinha dito que não era meu máximo
Clássico, pique Gramy
Treme o chão do estúdio, mulecada louca
Molecada rouca, olha só, outro bico sujo tá marcando touca
Ah ah, Spinardi vai devagar pra eu ser feliz
Que eu não to entendendo nada do que você diz
Eu quero que você se foda
Que falem, que pensem, que digam, que pensem, que falem
Não sabem de nada mas acham que sabem
Não sabe o que fala, melhor que se cale
Isso já me vale uma alma lavada, usando a palavra com a lábia afiada
Um tapa na cara apimenta a batalha
Meu time é da massa e que o muro que impede caia
Pois quando pressionado errei
Um velho já dizia sempre, filho saiba quando parar
E mesmo te dizendo o que sei
Talvez não saiba nada nessa vida e necessite voltar
Pra falar que sei, pra falar que sou
Vai além do bom flow
Coroaram reis, idolatram gols no estilo West Coast

Anterior Próximo